Como retardar o envelhecimento

Dr. Thiago Freire: é possível amadurecer sem envelhecer!

30 JANEIRO 2017,
O Dr. Thiago Freire falou com a Wall Street International Magazine entre um vôo de Londres para os Emirados Árabes
O Dr. Thiago Freire falou com a Wall Street International Magazine entre um vôo de Londres para os Emirados Árabes

Não imaginaria que hoje, dia 24 de Janeiro de 2017, exatos 6 anos depois de cobrir um atentado terrorista no aeroporto de Domededovo, em Moscou, que matou 35 pessoas, estaria escrevendo um artigo sobre um daqueles estudantes brasileiros que estavam a caminho da universidade de medicina na Rússia e que tiveram de esperar por horas e horas para decolarem.

Não imaginaria. Na minha maior torcida por todos eles, não imaginaria que hoje não estaria correndo para mandar imagens, entrevistas sobre “mais um atentado”, hoje cumpro com o que disse para um daqueles jovens: “Você vai ficar famoso e te entrevistarei novamente!”. Não errei.

Hoje escrevo sobre esperança e bom estar de viver com qualidade de vida. O jovem “estudante” do centro-oeste brasileiro virou mestre, graduado com honras na faculdade de medicina PFUR de Moscou, o Dr. Thiago Freire é professor adjunto e docente da famosa Universidade de Moscou, leciona para médicos e graduandos os resultados de pesquisas revolucionárias na pioneira disciplina Medicina Antienvelhecimento.

Agora ele se especializa no domínio da medicina antienvelhecimento na Academia Americana de Anti-Envelhecimento e Medicina Regenerativa.

O seu inato desejo de alcançar a perfeição se expressa em sua paixão por tecnologias avançadas de pesquisa científica, que permitem identificar, prevenir e curar as doenças relacionadas à idade. Dr. Freire é um autor destacado de artigos científicos que abordam a temática do envelhecimento, como por exemplo, "Imunologia e o processo de envelhecimento", publicado no Jornal Americano de Imunologia, e "Estratégia terapeutica de cura das cicatrizes no rosto e pescoço", publicado na Revista Russa de Doenças de Pele, Cosmetologia e Doenças Sexualmente Transmissíveis. Ele também completou pesquisas para o Departamento de Saúde Pública, Departamento de Farmacologia e Medicina Comercial.

É chefe de desenvolvimento de produtos e pesquisa da empresa EMK no setor de desenvolvimento de novos, futurísticos e revolucionários produtos para a pele, com base em pesquisa e conhecimento clínicos sobre os processos de envelhecimento.

Em suas extensivas viagens pelo mundo, Dr. Freire procura exclusivos spas, clínicas e ganha experiência pessoal em uma grande variedade de tratamentos novos e tradicionais, práticas únicas de cada país. Desse modo, ele obtém vasta experiência e informações sobre novos métodos e produtos utilizados em diferentes culturas para restaurar a condição saudável da pele e estimular um funcionamento saudável do corpo. Sendo uma figura pública, socializando com estrelas do show business e celebridades do mundo da moda, ele descobriu um comum desafio da saúde da pele que parecia insolúvel: como manter uma pele saudável, jovem e resplandecente em condições de poluição ambiental, condições climáticas adversas, sob o impacto de viagens aéreas e exposição a um estilo de vida ativo. Muitos especialistas em pele recomendam produtos que contenham ativos químicos, o que agrava o problema.

Dr. Freire criou uma solução que vai muito além de uma correção superficial cosmética. Acreditando e suportando intensivamente a eficiência curativa da Bioplacenta® EMK, ele elaborou uma fórmula com este precioso complexo de plantas e em seguida, complementou essa fórmula com poderosos antioxidantes — vitaminas A, B, C, D, E, e essências naturais anti-envelhecimento. A composição passou por exaustivos testes minuciosos durante mais de um ano, tendo resultado em um tratamento exclusivo, o Gel Esfoliante com Ouro 24K (The 24K Gold Peeling Gel)

Entre um vôo entre Londres e os Emirados Arabes, o Dr. Thiago Freire conversou com a Wall Street International Magazine e falou sobre a medicina antienvelhecimento.

Dr. Thiago Freire, o termo "medicina antienvelhecimento" gera muitas especulações hoje em dia, um em cada dois cremes no mercado tem uma ação antienvelhecimento, muitas clínicas se posicionam como os "centros de medicina antienvelhecimento". Então, o que é, na verdade, a medicina antienvelhecimento?

A medicina antienvelhecimento é um domínio interdisciplinar relativamente novo da ciência e prática médicas. Ela se desenvolve partindo de princípios da medicina baseados em evidências e inclui a prevenção individual de mudanças causadas pela idade. Este ramo destina-se a identificar os sinais individuais de envelhecimento e a ajudar pacientes a lidarem com eles

Hoje em dia, a prevenção do envelhecimento se tornou um tema cada vez mais exigido e discutido. Nas últimas décadas, o bem-estar das pessoas melhorou, aumentou-se a expectativa de vida, mas, no entanto, surgiu a necessidade, não somente de se viver mais, mas também de se viver uma vida melhor - para desfrutar de cada novo dia, mantendo a energia e não pensando sobre em suas doenças. Portanto, o interesse pela medicina antienvelhecimento continua aumentando dia a dia, porque o investimento mais importante no mundo é um investimento para sua saúde e longevidade ativa.

A medicina antienvelhecimento é especializada na regeneração de nossos recursos internos em várias etapas da nossa vida, na compensação de deficiência de componentes indispensáveis e na eliminação de substâncias nocivas à saúde, presentes no organismo humano. Ela ajuda a revelar o potencial de células e tecidos para a regeneração, a determinar uma tendência para determinadas doenças e a encontrar mecanismos de bloqueio de seu progresso.

Na maioria das vezes, a medicina tradicional apenas alivia sintomas, o que finalmente agrava os problemas de saúde e ocorrência de doenças secundárias (a iatrogenia). Por isso, no sistema de tratamento tradicional as pessoas idosas se encontram em um "círculo vicioso" de medicamentos e efeitos colaterais. Sabendo de todos os defeitos de métodos médicos clássicos comecei a estudar as alternativas. Buscando melhores soluções de antienvelhecimento eu viajei por quase todo o mundo, troquei opiniões com principais peritos da Europa, América e Ásia. E agora estou pronto para compartilhar com vocês as técnicas de rejuvenescimento corporal, que eu escolhi para mim e que tem provado sua eficácia. Os avanços da moderna medicina de antienvelhecimento ajudam a perpetuar sua saúde, o potencial funcional do organismo, a vigor e o seu aspecto atraente.

Com a ajuda de metodologias utilizadas na nossa clínica, desenvolvemos um esquema de tratamento individual que permite normalizar os ritmos biológicos do corpo, recuperar suas próprias reservas de regeneração de tecidos, de células nervosas no cérebro e das glândulas endócrinas, aumentar a imunidade, fortalecer a capacidade do organismo de combater estresse e se livrar de processos inflamatórios crônicos. Graças à terapia de antienvelhecimento, se torna possível aliviar a fadiga e insônia crônica, melhorar a memória e a qualidade do sono, aumentar a libido, da capacidade para o trabalho e a atividade total do ser humano; a vida assim se torna mais confortável e alegre.

A partir de qual idade poderia se recorrer à medicina antienvelhecimento?

Certamente, quanto mais cedo melhor, porque é mais fácil evitar a evolução de processos negativos, e depois se esforçar para resolver o problema. Em outras palavras, começamos a envelhecer desde o momento do nascimento, na idade de 25 anos o nosso corpo atinge a vigor máxima física e funcional, e aos 30 anos já surgem sinais claros de declinio do vigor. Assim, na idade de 25 anos seria bom de consultar pela primeira vez um especialista de antienvelhecimento para examinar completamente o seu organismo a fim de identificar índices individuais de desempenho normal, avaliar o seu potencial máximo da saúde física e funcional. Estes serão seus dados de referência, baseando-se nos quais será possível no futuro fazer exames médicos e receitar o tratamento. Contudo, mesmo se você tiver 50 ou 60 anos, você poderia beneficiar das vantagens da medicina antienvelhecimento e obter bons resultados.

Na primeira consulta, pedimos ao paciente para trazer os dados mais completos possíveis sobre o seu estado de saúde, desde o nascimento. Podem-se utilizar os resultados de exames e análises feitos anteriormente, os registros do paciente e muitos outros documentos. Nessa fase, é muito importante coletar detalhada e completamente o histórico clínico, não só pessoal, mas familiar, pois as doenças hereditárias e uma predisposição a eles podem afetar muito o estado de saúde de paciente. Também perguntamos ao paciente detalhadamente sobre o seu estilo de vida, hábitos alimentares, esforços físicos, resistência ao estresse e a capacidade de reagir em situações imprevistas, tendência à irritabilidade e um choro imotivado; também pedimos para que o paciente julgue o estado da sua memória e sua visão juntamente com análises respectivas.

Cada consulta de antienvelhecimento tem um caráter totalmente individual, não pode ser de modo nenhum padronizado. Nós pesquisamos as características únicas do corpo humano à procura de soluções mais adequadas e eficazes para o paciente. E realizamos nosso objetivo quando as conquistas da ciência na área de medicina antienvelhecimento ajudam a manter a saúde, proporcionando energia e vigor durante muitos anos da sua vida.

Como disse: os processos de envelhecimento começam ainda na idade de 25 anos. A má alimentação, um estresse permanente, o sedentarismo, uso de antibióticos e de outros medicamentos – esse é um modo de vida que, infelizmente, muita gente tem. Aos 30 anos, os fatores adversos perturbam o equilíbrio hormonal que é essencial para o processo fisiológico de renovação celular. Além disso, o desempenho de genes humanos afetados com residuos e toxinas "não são ideais", contribuindo para o desenvolvimento de doenças graves.

Finalmente, quando chegamos aos 40 anos, começamos a nos alarmar, fazendo as seguintes perguntas: "qual foi o primeiro sinal do meu envelhecimento: a necessidade de usar óculos? Um problema no joelho esquerdo? Um problema de memória?" Claro que o envelhecimento, em primeiro lugar, afeta a pele e a aparência. Desejando permanecer jovem, muita gente faz uso de cirurgias plásticas facial e corporal para ao menos ter uma aparência jovem. Mas isso não protege de doenças crônicas, AVCs, ataque cardíaco, senilidade e outros "presentes" da velhice. Na verdade, o processo de envelhecimento inicia dentro do nosso corpo.

É verdade que a medicina antienvelhecimento envolve sempre uma avaliação individual de riscos de surgimento de doenças?

Absolutamente! É claro que existem as regras populacionais, por exemplo, "o fumo é prejudicial, porque o ato de fumar aumenta o risco de acidente vascular cerebral ou câncer de pulmão". Mas sempre há pessoas que fumam toda a sua vida sem sofrer com essas doenças... Portanto, tudo depende de características individuais do organismo. A tarefa da medicina antienvelhecimento é exatamente identificar fatores individuais de risco para o desenvolvimento de mudanças relacionadas à idade e oferecer ao paciente um programa de prevenção.

Quais são os métodos de diagnóstico utilizados pela medicina antienvelhecimento?

Em primeiro lugar, estes são os métodos tradicionais, clínicos. Em segundo lugar, para avaliar a qualidade de vida aplicamos uma série de questionários e escalas, por exemplo, para identificar sintomas depressivos e ansiosos ou o bem-estar psicológico em geral. Também é importante a definição de níveis hormonais e a prescrição da terapia de reposição hormonal para homens e mulheres. Ainda há métodos especiais que são bastante caros, tais como: diagnósticos por DNA, medição de comprimento dos telômeros...

Há hoje em dia algum medicamento que ajuda diretamente a prolongar a vida?

Eu só quero ressaltar que a extensão da vida como tal é impossível. A gerontologia moderna chegou a essa conclusão e não é justo desinformar pacientes, prometendo-lhes uma vida mais longa. A duração máxima da vida, o limite máximo para a espécie humana é de 120 anos de idade. Há pessoas, certamente poucas, que atingem até esse limite. Contudo, é preciso considerar com muito cuidado o fenômeno dos "centenários caucasianos", pois na verdade não há nenhuma prova documental de tal longevidade de habitantes de regiões específicas (ausência de certidões de nascimento, registros na igreja paroquiais de livros ou outros).

Assim, é impossível aumentar a expectativa de vida, mas é possível conseguir a longevidade ativa e melhorar a qualidade de vida. Por exemplo, um paciente de 60 anos pode deitar na cama o dia inteiro sofrendo de síndrome de ansiedade e depressão sem vontade de viver, enquanto uma outra pessoa da mesma idade pratica esportes, trabalha, viaja, ama... etc.

Mas é impossível prolongar a longevidade ativa com quaisquer medicamentos; não existem comprimidos de juventude. Hoje fala-se muito de metformina, que é utilizada para tratar diabetes tipo 2, ela realmente pode contribuir para a prevenção de doenças cardiovasculares, ou seja, de uma forma indireta, prolongar a longevidade ativa.

Mas eu quero advertir os médicos a não prescrever metformina para aumentar longevidade, pois, no momento, não há dados de pesquisas que possam confirmar o efeito antienvelhecimento desse medicamento. Por isso, gostaria de notar que esta terapia envolve um complexo de tratamentos e medidas de reabilitação que são elaborados visando as características individuais de cada paciente.

E, em sua opinião, qual é a aptidão de esteticistas e seus clientes para usar tais conhecimentos?

Até agora, a maioria dos pacientes e muitos médicos se baseiam no princípio de "Vim, vi, venci", buscando se livrar de deficiências estéticas sem pensar nos fatores que as têm causado. Os consumidores de serviços de beleza, na sua maioria, não têm conhecimentos médicos. Uma dona de casa que visita um salão de beleza para atenuar suas rugas, talvez não tenha nenhuma idéia de como a sua aparência possa ser influenciada com uma atividade física e boa alimentação. Mas é preciso ensiná-la. Se esteticistas, ao fazerem procedimentos estéticos, explicarem aos seus pacientes os princípios de um estilo de vida saudável, eles realizariam duas tarefas importantes ao mesmo tempo: promovendo ativamente a longevidade e elevando perante o paciente o seu prestígio profissional.

Um modo de vida saudável é uma tendência global e espero que cada vez mais pessoas a pratiquem. Um conceito soviético de que a saúde de trabalhadores e do povo estava nas mãos do Estado é errôneo, não é bom esperar que alguém cuide da saúde por você.

Prolongar uma longevidade ativa, melhorar a qualidade de vida e, consequentemente, a sua aparência é uma tarefa que a moderna medicina antienvelhecimento é capaz de resolver, mas apenas na condição de interesse pessoal dos pacientes.

A velhice vem para todos. Mas cada um de nós, ao envelhecer, deseja gozar de uma boa qualidade de anos vividos. Trata-se da expectativa fundamental e natural de cada pessoa! Queremos viver bem, apesar de envelhecermos, mantendo uma boa forma, permanecendo uma pessoa atraente e enérgica, com uma aparência saudável, cheia de capacidades, vigor, força, e estando de bom humor. Nós também desejamos conservar uma memória apta e uma mente capaz de nos trazer alegria, de fazer planos e de surpreender. Em geral, queremos obter uma alta qualidade de vida. Modernas técnicas de rejuvenescimento do corpo confirmam: ao longo dos anos, é possível amadurecer sem envelhecer!

Medicina antienvelhecimento é um ramo progressivo da medicina moderna que pratica uma abordagem integrada e complexa para a solução de problemas de envelhecimento do organismo e permite determinar os processos de envelhecimento em todos os sistemas do corpo humano em nível celular, para a tomada de medidas para a sua correção.