A cozinha tradicional montenegrina

Uma revisão da dieta típica no país balcânico!

Almoço típico montenegrino
Almoço típico montenegrino
5 ABR 2016
por

A comida, como um factor essencial na manutenção da existência humana, é um assunto de interesse para muitos, nomeadamente para aqueles que cuidam da diversidade dos seus componentes e, também, para aqueles que se preocupam com as diferentes formas da sua preparação. Todos estes detalhes, incluindo a frescura e o bom gosto da comida, eram conhecidos pelas nossas mães, avós, bisavós há mais de cem anos. Embora fossem ignorantes e analfabetas, preparavam no escasso solo montenegrino a comida que essencialmente satisfazia os factores que referi acima. Elas não sabiam que ingredientes continham as verduras, carne, leite e cereais, mas sabiam que a dieta monótona era prejudicial para a saúde das crianças. Sabiam de igual forma que os vários tipos de vegetais (repolho, couve-de-bruxelas, beterraba, rabanete, funcho, rúcula e outros) possuem propriedades saudáveis e benéficas para as funções vitais do organismo humano. O mesmo vale para outros alimentos que estavam disponíveis para as nossas donas de casa. No passado (até ao final do século XIX) não havia poluição o que atribuía outra contexto natural, desempenhando um papel importante na manutenção da saúde de todos, especialmente através da alimentação. Naquele tempo as mulheres montenegrinas preparavam as receitas no fogão a lenha.

Devido à sua situação geográfica, foi sempre também uma cozinha muito influenciada pelos países do Leste Europeu. Nas regiões do centro e sul do país predomina o peixe, nomeadamente a carpa e a truta defumada. Essas são algumas das delícias mais saborosas, tal como o caranguejo do lago de Skadar.

Entre as bebidas típicas de Montenegro destacam-se os vinhos (o suave vinho tinto de Vranac, o refinado Merlot ou o vinho branco Krstač), o Rakija (um líquido espirituoso caseiro destilado da uva branca) e a cerveja regional Nikšić.

A maioria destes pratos podem ainda ser vistos nas nossas mesas e inclusive nos hotéis e restaurantes mais importantes. Até porque um grande número destes pratos encontrou o seu lugar no livro de receitas da culinária contemporânea. É verdade que alguns foram algo alterados na maneira como se confeccionavam e na escolha de alguns ingredientes. É importante que a sua preparação seja adaptada à atualidade.

Pratos como 'sarma' (couve recheada), 'kačamak' (uma espécie de puré), 'cicvara', 'podvarak' (carne assada com chucrute) fazem parte da cozinha tradicional montenegrina e podem-se pedir em qualquer restaurante se quiser provar um prato típico.

Para preparar cicvara é necessário:

  • 3 dl de leite
  • 1 dl de óleo
  • 100 gr. de farinha de milho
  • 2 colheres de sopa de kajmak (creme de leite salgado, fervido e transformado em queijo)
  • 2 fatias de queijo
  • Uma pitada de sal

Numa panela funda aqueça o leite. Durante esse tempo faça puré de queijo (tem que ser o queijo típico montenegrino), acrescente o óleo, o kajmak e coloque tudo junto na panela onde aqueceu o leite.

Quando a mistura ferver, lentamente e com alguma agitação constante, adicione a farinha de milho. Mexa até que a mistura engrosse. Retire do fogo e sirva com leite azedo ou iogurte.