Herceg Novi

A cidade do sol e escadarias

Na entrada da baía, uma das mais bonitas do mundo, ao pé dos penhascos íngremes da montanha Orjen, encontra-se a cidade de Herceg Novi
Na entrada da baía, uma das mais bonitas do mundo, ao pé dos penhascos íngremes da montanha Orjen, encontra-se a cidade de Herceg Novi
5 FEV 2017
por

Na entrada da baía, uma das mais bonitas do mundo, ao pé dos penhascos íngremes da montanha Orjen, encontra-se a cidade de Herceg Novi. As Bocas de Kotor ou Baía de Kotor (Bokotorski zaliv, Boka Kotorska - da palavra italiana bocca, "boca", "abertura") é adornada pela costa sinuosa cerca de 106 km de comprimento.

É um dos poucos destinos do mundo no qual em diferentes épocas do ano pode-se ver a costa ensolarada e os picos de neve que mergulham no mar Adriático. O charme especial desta cidade maravilhosa são as ilhas espalhadas aleatoriamente na baía.

Herceg Novi é também uma cidade de sol por causa do grande número de horas em exposição solar, que podem ser até 200 dias durante o ano. A cidade das escadarias, com várias flores que corresponde a uma fonte inesgotável de inspiração para artistas que, com a sua obra, deixaram vestígios do seu tempo.

O primeiro fundador de Herceg Novi, em 1382, dá o nome de Sveti Stefan, mas posteriormente em 1436 o Duque Stjepan Vukčić Kosača impôs à cidade o seu nome atual. Com a reconstrução e o desenvolvimento do comércio do sal e baeta estabelece uma dura concorrência para a, então, Dubrovnik.

Actualmente, a Riviera de Herceg Novi compreende uma série de pequenas cidades: na costa sudoeste são Njivice, depois Igalo, Herceg Novi, Meljine, Zelenika, Kumbor, Đenovići, Baošići, Bijela e Kamenari, como também Rose e Žanjice na península de Luštica.

O antigo centro da cidade adornado com a Cidade Velha (Stari Grad), rica em fortalezas centenárias, é reconhecida pelas ruas de pedra e pelas escadas. As fortalezas como Sahat-Kula (Torre do Relógio), Kanli kula, Španjola, Forte mare, e Citadela, construídas no período entre o século XV e XVII, formam parte do património cultural como um corajoso patrão que preserva cuidadosamente a beleza desta cidade, testemunhando em silêncio a passagem do tempo.

Desde a Praça de Herceg Stjepan, perto do primeiro bar Bella Vista e da Igreja do Arhangel Mihailo, nas redondezas de Sahat-Kula, até chegar à Praça de Nikola Đurković, anteriormente conhecida como a Praça de sal. Passo a passo, desce-se ao Porto da Cidade (Gradska Luka) - mais conhecido sob o nome de Škver, foco de eventos para todos os moradores.

No final de janeiro, enquanto a maior parte da Europa está coberta de neve, Herceg Novi exala uma contagiante fragrância de mimosa à qual é dedicado o ‘Festival de Mimosa’ com uma série de festas de carnaval acompanhadas das majorettes e da música da cidade. Este ano vai ser a 48ª edição deste festival em Herceg-Novi que começa dia 28 de janeiro e acaba no 17 de fevereiro. Sejam todos bem-vindos!