A Capital Européia da Cultura de 2017

Pafos: a cidade eterna do amor, da beleza e da cultura

30 DEZEMBRO 2016,
Teatro antigo de Pafos
Teatro antigo de Pafos

Pafos fica no sul da ilha de Cyprus (Chipre em português) e tem um legado histórico abundante com locais com uma herança cultural maravilhosa. Entre elas, os restos do templo de Afrodite (deusa de beleza e do amor), castelos, anfiteatros, fortalezas, os famosos mosaicos do período romano e os Túmulos dos Reis nos sítios arqueológicos da UNESCO em Kato Pafos.

Nos tempos antigos, o primeiro assentamento de Pafos foi construído em Palaepafos (Kouklia) e foi movido para o oeste para Nea Pafos (Kato Pafos). Hoje em dia a cidade é dividida na parte superior, que é conhecida como Pano Pafos ou Ktima e a parte inferior perto do mar, que é conhecida como Kato Pafos.

Na década de 1980 Pafos tornou-se um importante destino turístico, e em 1980 os sítios arqueológicos de Kato Pafos foram incluídos na lista do Patrimônio Mundial da UNESCO, entrando no mapa internacional como a cidade cultural do Chipre.

A primeira capital de Chipre nos tempos helenístico e romano é agora mais uma vez uma capital: a Capital Européia da Cultura em 2017.

Pafos, Capital Européia da Cultura

Ser a capital da cultura é a mais importante instituição cultural da Europa e um dos mais prestigiados eventos culturais do mundo. A atribuição deste título é um grande tributo para qualquer cidade e país europeu. A Capital Européia da Cultura é um título designado pela União Européia por um período de um ano. Durante esse período a cidade tem a oportunidade de realçar a importância do desenvolvimento cultural, envolver cidadãos e de promover a identidade cultural européia.

O programa Capital Européia da Cultura foi lançado em 1985 e em 2019 o título será atribuído a 60 cidades em 30 países. O Projeto tornou-se uma plataforma chave e um catalisador para a regeneração econômica e cultural das cidades escolhidas.

Trata-se de um projecto cultural de alto nível que é acompanhado pela Comissão Européia para que o conteúdo da programação seja mantido aos mais altos padrões.

O impacto do Projeto pode ser avaliado através da mudança, da capacitação cultural e social, da melhoria da infra-estrutura e do desenvolvimento de espaços culturais, mas também do impacto econômico no aumento de visitantes na cidade.

O caminho de implementação de uma Capital Européia da Cultura transformou-se num modelo seguido por muitas cidades na Europa que procuram o crescimento cultural e uma mudança de imagem. As capitais européias da cultura tornaram-se um destino popular, enquanto a variedade e a qualidade do seu programa cultural atua como um catalisador importante para o turismo cultural.

A Organização Pafos 2017 foi criada em 2013 como uma sociedade anônima sem fins lucrativos com a tarefa de criar um programa de eventos culturais e comunitários do mais alto padrão. A Pafos 2017 é responsável pela implementação e gestão do projeto Capital de Cultura Européia, com base na proposta que garantiu o título para Pafos em 2012.

Pafos 2017 vai organizar 300 eventos e projetos em toda a cidade e região e em outras cidades de Chipre. Por meio de eventos culturais, atividades que envolverão a comunidade, projetos focados nos visitantes e programas de legado de cidades. A organização pretende atrair para Pafos grandes audiências locais e estrangeiras, criando um caráter cultural distinto para Pafos e, por extensão, para Chipre.

Este conceito central do programa Pafos 2017 foi desenvolvido com base em uma tradição que se estende por milhares de anos, quando a cultura foi promulgada ao ar livre e no reconhecimento de que há uma necessidade de uma nova abertura na maneira de pensar, viver e agir para reconectar espaços e pessoas na região.

Conectando continentes - Pontes Culturais

Pafos sempre esteve na encruzilhada do Mediterrâneo Oriental e através de sua realidade multicultural e moderna, Pafos agora aspira ser a primeira Capital Européia da Cultura, que ligará Oriente e Ocidente.

A sua proximidade geográfica com o Oriente Médio, e também com o continente europeu, posiciona Pafos como um forte elo para o intercâmbio cultural.

Exprime a necessidade de ligar e formatar as diferenças entre os vários grupos de cidadãos de Pafos: residentes, visitantes e migrantes. Além disso, salienta a importância de unir as partes dispersas da cidade e transformar todo o distrito de Pafos num espaço comum e partilhado para todos os seus cidadãos - simbolicamente e fisicamente.

Por último, mas não menos importante, salienta a necessidade de complementar as diferenças entre as comunidades greco-turca e cipriota através de vários projetos abrangentes e de capacitação que a Pafos 2017 irá desenvolver.

Os temas do programa Pafos 2017:

Mito e Religião: Esta linha temática refere-se à herança cultural de Pafos, fundo histórico, refletindo e colocando em destaque as características que também deram origem a civilização e definiu sua evolução ao longo da história. Dentro desta linha temática os projetos desenvolverão temas sobre beleza, divindade e misticismo, tecendo histórias e lendas que vão além de Pafos e podem ser encontrados na civilização européia.

Viajantes do Mundo: Esta linha temática refere-se às relações das pessoas ao longo do tempo e expressa as interações e as influências mútuas, não apenas através de conflitos e disputas, mas também através da colaboração, troca, fraternidade e coexistência.

Etapas do Futuro: Esta linha temática refere-se ao presente e ao futuro. Ele apresenta o mundo contemporâneo com seus avanços tecnológicos, seus problemas significativos, seus sonhos e esperanças, suas iniciativas e idéias para a mudança. O futuro comum das duas comunidades cipriotas e o desenvolvimento de um diálogo intercultural são temas-chave.

Cerimônia de abertura: 28-29 de Janeiro de 2017

Inspirado pelos ritos mitológicos que rodeiam a história de Pafos, a cerimônia de abertura terá lugar no centro cultural de Pafos, com o fundo dos belos edifícios da escola neoclássica, mansões tradicionais e da Câmara Municipal. A localização do evento, os edifícios, as ruas, ambiente familiar, se tornará a FÁBRICA aberta na noite da cerimônia. Música, dança, teatro, as mostras de rua e muitos outros eventos paralelos serão distribuídos por toda a cidade durante este evento de dois dias, dando aos locais e aos visitantes um gosto do que virá durante todo o ano.

Destaque do verão: 1º de julho de 2017

Inspirado pela linha temática World Travelers, o evento terá lugar na área do porto, o ponto de aterragem onde ao longo da história os viajantes chegaram a Pafos. Frotas de barcos, fogo no mar, mapeamento 3D do castelo no porto, shows de luz, mídia digital e música são apenas algumas das atividades que acontecerão durante este evento espetacular.