Maria Antónia Jardim
Colabora no WSI desde fevereiro de 2014
Maria Antónia Jardim

Maria Antónia Jardim é doutorada em Ciências da Educação pela Universidade do Porto. Mestre em Literaturas Clássicas Comparadas pela Universidade Clássica de Lisboa. Pós- doutorada em Arte Terapia. Discípula de Paul Ricoeur, é especialista em estudos hermenêuticos e simbólicos.

Directora do Pelouro da Cultura do Ateneu Comercial do Porto ( 1984 / 1994), dirigiu a revista Simbólica em que se comemoram os 100 anos da partida de Camilo Pessanha para Macau.

Professora Universitária, com Agregação em Psicologia da Arte; investigadora no CLEPUL.

Durante 10 anos leccionou Psicologia da Educação e Psicologia da Arte, na UFP-Porto. Coordenadora do 1º Mestrado na Europa em Criatividade e inovação da UFP.

Formadora no Instituto CRIAP (Coordenadora de Pós- Graduações e Cursos presenciais e em E- Learning.).

Professora de Psicologia da Arte no Instituto Cultural D. António Ferreira Gomes- Porto.

Orientadora de vários Cursos sobre Imaginário Onírico e Arte Terapia, em Portugal e no Brasil ( Universidade Federal de Pernambuco e Universidade de Santa Cruz do Sul) e estágios de Raja Yoga na Índia e Oxford.

Escritora e Pintora, publicou diversos livros académicos, sobre Hermenêutica, Simbólica, Psicologia da arte, imaginativa onírica e novas pedagogias.

Colaboradora do jornal Artes entre as Letras e da* Wall Street International Magazine*.

Possui o Curso de Defesa Nacional (CDN Porto- 98) apresentado no Porto, no Palacete Villar D `Allen, em Lisboa, no Casino Lisboa na UNITYGATE e em Macau.

Em 2018 apresentou a Jóia de Pessoa, em homenagem aos 130 anos de nascimento de F. Pessoa, em Macau, no mês de Abril e em Lisboa, no mês de Junho.

Publicou o seu primeiro livro aos 15 anos, aos 19 ganhou um Prémio de Contos e conta agora com 7 livros de ficção, publicados entre 2006 e 2016 e apresentados nacional e internacionalmente, em embaixadas e consulados europeus.

O seu oitavo romance : Alice no Pais dos livros foi apresentado em 2017, na Livraria Lello, versão portuguesa e inglesa, no ano em que a artista celebrou 38 anos de escrita e 35 anos de pintura.

Em Maio de 2019 apresentou na Cooperativa Árvore, no Porto, a Jóia que celebra 100 anos de nascimento de Sophia de Mello Breyner: A Jóia do Mar e em Setembro de 2019 apresentou esta jóia em Bruxelas.

Em Dez de 2019 apresentou o seu 12ª livro de ficção: O leque das descobertas e a Hora H de F. Pessoa.

Artigos por Maria Antónia Jardim

Subscribe
Get updates on the Wall Street International Magazine